O perigo do Wattsap e do Facebook

Trata-se de uma preferência nacional e internacional, uma febre mundial, mais contagiante que a Hanseníase, mas difícil de tratar do que a Dengue Hemorrágica, a Chicungunha, a Zika ou a microcefalia. Estamos falando das Redes Sociais, e mais especificamente do Wattsap e do Facebook que tem feito com que pessoas ‘adoeçam’, percam compromissos, percam a hora e percam o sono, entrando madrugada a dentro plugado na Rede…

Pv 25:17 diz: Não sejas frequente na casa do teu próximo, para que não se enfade de ti e te aborreça.

Ora veja quanto contrassenso! Vivemos no melhor dos tempos em matéria de tecnologia; na era da cibernética; da comunicação global, da robótica, no entanto, e, ao mesmo tempo, no pior dos tempos pela falta de prioridades

Nessa teia curiosa de saber da vida alheia e exibir a própria vida íntima, que deveria ser privada, milhares de internautas empregam a maior parte do seu tempo naquilo que é vão; para depois reclamar que as pessoas estão se metendo em sua vida. Resultado: Preferimos prestar mais atenção em quem está longe, clicando sem parar; do que enxergarmos quem está perto, ao alcance da mão.

São tantos os que nas redes sociais navegam pelos mares bravios das paixões perigosas, abrindo janelas para a sedução. São tantos os perfis falsos, bisbilhoteiros da vida de terceiros, que dá até medo. Há aqueles que ABREM todos os canais de comunicação com os desconhecidos e FECHAM os canais de comunicação dentro de casa. São capazes de aproximarem-se de estranhos, mas afastam-se da própria família. Muitos casamentos estão sendo minados pelo mau uso das redes sociais. Muitos homens e mulheres, jovens e adolescentes já não oram, nem leem a Bíblia porque passam o tempo todo compartilhando banalidades.

FACEBOOK É UMA EXPOSIÇÃO MALÉFICA E DESNECESSÁRIA. O importante é o que você É, não o que APARENTA SER fazendo questão de postar no FACEBOOK.

Tem muita gente que não está num momento feliz, mas faz questão de PARECER feliz e fica inutilmente postando futilidades para um monte de gente desinteressada na intimidade alheia ou àqueles com tempo se sobra, ávidos curiosos que se propõem a dizer kkkkkkkkkkkkk, tantas vezes cheios de inveja.

Não importa onde você esteja a cada minuto do dia, ou que momento sua vida esteja atravessando, se algo bom ou ruim, é você quem está passando e isso só lhe diz respeito, só diz respeito a sua própria consciência – então pare de se exibir publicamente. Sua diversão – é SUA. Seu lazer – é SEU. Suas curvas – só interessam ao seu MARIDO. Suas brincadeiras – só interessam aos SEUS AMIGOS PRÓXIMOS. Preserve sua intimidade. Tenha recato. Faça silêncio. Guarde SEUS segredos pessoais.

Lembro-me de quando Xuxa perguntava num sofá, numa tarde de sábado na TV, a um artista, como tinha sido sua “primeira vez”, isso era propaganda de sexo. A quem interessa a primeira vez de alguém? Tolice.

Quem tem consciência de si mesmo e é honesto consigo mesmo, não sorri o tempo todo. Não publica o tempo todo. Não registra foto de tudo. E não compartilha cada micro movimento da sua rotina diária, para que uma parte do mundo só faça “curtir” e a outra parte resignada só diga: kkkkkkkkkkkkk. Quem é autêntico, original, não faz questão de esconder tristezas e desilusões; lágrimas, temores e clamores…

Vivemos uma época em que a presente geração acha que ser feliz é uma obrigação; e além disso não ser verdade, a pessoa vive uma falsa vaidade que não soma nada à sua existência. E aí, como eu não tenho amigos, de fato, eu tenho 2 mil no FACE. Como eu não tenho uma vida interessante, eu fotografo tudo e compartilho com TODOS, sem qualquer critério ou bom senso.

Ec 7:2 Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, porque naquela está o fim de todos os homens, e os vivos o aplicam ao seu coração.

É tempo de parar e refletir. Tempo de remir o tempo (Ef 5:16), e aproveitar essa janela aberta para o mundo, a fim de pregarmos o Evangelho, usando essa ferramenta para exclusiva glória de Deus.

Pr. Alexandre