Por que tanta violência?

O mundo em que vivemos está cada vez mais violento, são pessoas sendo assassinadas, dentre elas crianças e adolescentes, dentre tantos e tantos outros casos registrados pela polícia, como o crescente feminicídio. São tantas as barbáries, prisões e condenações por crimes brutais, que nem damos conta de enumerar em todo país e no mundo. Observe que desde cedo, à tardinha, já estamos trancafiados dentro de nossas próprias casas. E ficamos a perguntar: porque que a humanidade está assim tão violenta? Será que o Espírito Santo de Deus está se retirando da terra? Será que as pessoas estão cada vez mais longe de Deus? Será as pessoas não reconhecem mais o Livro Sagrado – a Bíblia – Palavra de Deus? Por que a humanidade está tão violenta? Será o fim dos tempos?

Em noticiário nacional ou internacional é a mesma coisa: violência sobre violência. Homicídios, latrocínios, feminicídios, infanticídios, algo sem controle; onde as pessoas fazem justiça com as próprias mãos ou vingam-se, ou explodem sua fúria em outrem. E, além de tudo isso, o índice cada vez mais alarmante de suicídios e crimes hediondos. São questões muito importantes para nós refletirmos neste tempo.

Podemos desde já, iniciar nossa fala através de Mt 24:12 que diz que a maldade iria aumentar e muito, na medida em que fôssemos nos aproximando do fim dos tempos. Está escrito: devido ao aumento da maldade o amor de muitos esfriará. Ou seja, a maldade irá aumentar de tal modo que o amor entre as pessoas se esfriaria. A maldade tem aumentado assustadoramente, porque as pessoas tem se afastado cada vez mais de Deus. De acordo com Rm 5:5 o Espírito Santo derrama o amor de Deus em nosso coração. E por isso, quando não estamos em um íntimo relacionamento com Deus, é óbvio que não estamos ligados à fonte de amor. E, na medida em que a maldade aumenta e nós nos afastamos da fonte de amor que é Deus, a tendência é que as coisas se tornem piores; insustentáveis.

Além da maldade se multiplicar e isso fazer com que o amor se esfrie, há um outro agravante que tem contribuído para que o ser humano se torne ainda mais decadente: o pecado. Este, afasta-nos de Deus, pois Deus ama o pecador, mas abomina o pecado.

Gn 6:3 não deixarei que os seres humanos vivam para sempre, pois são mortais… de agora em diante eles não viverão mais que cento e vinte anos. O homem de coração cada vez mais endurecido, tem se afastado do Senhor e não tem ouvido o convite da salvação; então os pecados são cada vez mais grosseiros, berrantes, inacreditáveis (como por exemplo, o esquartejamento de corpos), o canibalismo, a pedofilia, o abuso sexual de menores de idade etc. Então está sendo cumprida a profecia de Ap 22, v.11 que diz: continue o injusto a praticar injustiça, continue o imundo a praticar imundície, continue o justo a praticar justiça, e continue o santo a santificar-se. Eis que venho em breve e a minha recompensa estará comigo e eu retribuirei cada um de acordo com o que fez.

Hoje, o que ainda garante a presença do Espírito Santo, é a existência da Igreja, em cujo corpo, o Espírito de Deus habita; mas no momento em que a Igreja de Cristo for arrebatada, então virá o fim – o juízo final. Dar-se-á, enfim, o novo céu e a nova terra.

Pr. Alexandre